Arraste-me para o Inferno

20/08/2009 at 10:00 am 6 comentários

IMAGEM: Cinema em Cena

IMAGEM: Cinema em Cena

Sam Raimi, 2009

 O terrir Arraste-me para o Inferno é sobre uma funcionária de banco (Alison Lohman) que quer ser promovida. Para provar pro chefe que é durona, ela recusa ajuda financeira a uma cigana velha e repulsiva (olho cego, baba escorrendo com a dentadura). A bruxa velha lança uma maldição: em três dias nossa garota será levada pelo demônio para queimar no Inferno.

 Nessa premissa há um comentário sobre o poder nefasto do dinheiro, claro. Mas é surpreendente ver essa crítica se estender ao longo do filme de forma tão escancarada pro público, sem sutilezas. Espere só até saber quanto custa um exorcismo… Desconfio que o diretor Sam Raimi sabe como é vender a alma por dinheiro, já que passou a última década só fazendo filmes do Homem-Aranha (e o quarto vem aí…). Será coincidência que o Inferno segundo Raimi é feito de efeitos digitais? Duvido.

 Dito isso, gostei mais do filme como uma desculpa do Raimi para brincar de meter medo com imagens e sons. Ajuda o fato da ameaça ser invisível na maior parte do tempo. Enquanto o prazo da maldição não acaba, o coisa ruim (e o Raimi, lógico!) se diverte dando sustos cada vez maiores na menina e em nós, os espectadores. São sombras que ganham vida, objetos com ruídos ameaçadores, gente subindo pelas paredes e até animais falantes.

 Uma cena merece destaque pela habilidade em misturar suspense e comédia – a protagonista vai à casa da velha implorar uma segunda chance. Ela entra no lugar e anda vagarosamente até uma porta… A música sobe cada vez mais tensa. A garota pára na entrada e olha espantada algo que não vemos… Corta para um violinista (que tocava a música tensa) dentro da sala. Está ocorrendo uma espécie de festa cigana, na verdade o velório da bruxa. Nossa heroína tropeça na multidão e cai debaixo do cadáver da velha, que derrama um rio de secreções na boca dela!

 O filme é engraçado e nojento na mesma proporção – e dá pra saltar da cadeira em vários momentos. Pensei comigo que alguns cineastas têm uma coisa em comum com o demônio: o senso de humor diabólico. Eu me diverti muito.

Anúncios

Entry filed under: Cinema. Tags: , , , , , , , , , , , , .

Humbug Dark Side

6 Comentários Add your own

  • 1. Rodrigo Beleza  |  20/08/2009 às 2:11 pm

    Pois é, também me diverti!

    E o Raimi certamente continua sabendo dar uns bons sustos.

    Responder
    • 2. brunoamato  |  20/08/2009 às 3:03 pm

      Em algumas cenas a gente ri e se assusta ao mesmo tempo.

      Responder
  • 3. Tony Berchmans  |  26/08/2009 às 11:26 am

    Bruno, eu também me diverti pacas. Show de sustos sem pudor.

    Responder
    • 4. brunoamato  |  26/08/2009 às 11:40 am

      Show de sustos… e gargalhadas também né? Bom ver que mais alguém gostou de um filme tão bacana. E seja sempre bem-vindo Tony.

      Responder
  • 5. maike  |  26/12/2009 às 7:16 pm

    esse filme foi muito show so o final que foi meio sem graça ela ir para o inferno nada a ver to mara que tenha o dois e que seje melhor ainda.

    Responder
    • 6. brunoamato  |  27/12/2009 às 8:08 am

      Eu achei que fez sentido ela ir pro inferno, além de ser um final corajoso (final corajoso DE VERDADE seria se ela mandasse um inocente pro inferno e vivesse muito bem com isso). Continuação? Tudo é possível…

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

agosto 2009
S T Q Q S S D
    set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: