O Sequestro do Metrô 1 2 3

14/09/2009 at 1:30 pm 2 comentários

tp1

Tony Scott, 2009

 O novo filme de Tony Scott foi muito mal recebido pela crítica. Até aí, nenhuma surpresa. Muita gente considera Scott um picareta, diretor de filmes descartáveis. Eu concordava com esse consenso até ver o filme anterior do diretor, o criativo Déjà Vu. Um filme tão bom que desde então estou curioso em descobrir se Scott seria um incompreendido. Daí meu interesse por este O Sequestro do Metrô 1 2 3.

 Bem, posso dizer que é um filme tão modesto que reconheço que ninguém se converterá em fã do cineasta (inclusive eu). É o típico filme de reféns, herói e vilão se enfrentando verbalmente antes de se enfrentarem fisicamente – mas é um filme com um ponto de vista. O bandido da vez é Ryder (John Travolta, soando ameaçador e desesperado), um ex-empresário liderando um grupo armado que seqüestra um vagão do metrô de Nova York e exige 10 milhões da prefeitura.

 Quem negocia com ele é Walter (Denzel Washington) um alto funcionário do metrô rebaixado por receber propinas. No filme, há uma idéia de que a corrupção é onipresente, mesmo no dia a dia de pessoas comuns. Isso fica claro quando o vilão expõe seu ponto de vista. Ele odeia a cidade por sua hipocrisia, já que foi punido no passado por algo que, segundo ele, todos fazem e nem sempre de maneira limpa – ganhar dinheiro. Para Ryder, matar reféns é apenas um jeito de ganhar dinheiro.

 Como todos os outros personagens consideram isto intolerável, aos poucos eles deixam seus interesses de lado para resolverem a crise no metrô. Mas não é um filme otimista. Pois, no desfecho, depois que os bandidos são detidos pelo herói, vem a cena mais importante: Walter é cumprimentado pelo prefeito (James Gandolfini, não por acaso, o mafioso Tony Soprano do seriado Família Soprano).

 Após parabenizá-lo, o prefeito insinua que os problemas legais de nosso herói irão desaparecer. Ou seja, uma vez encerrada a ameaça às vidas humanas, as engrenagens de favores da cidade voltaram a funcionar. Dessa vez, a favor do herói. Na próxima, quem sabe?

 Eu até concordo que O Sequestro do Metrô 1 2 3 é um filme limitado. Porém, ele tem algo a dizer sobre o mundo através de imagens. Mas é muito mais fácil descartá-lo sem pensar nisso só porque é dirigido pelo Tony Scott, certo?

Anúncios

Entry filed under: Cinema. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , .

Intervalo Cineclube Equipe – investigação do cinema no Brasil

2 Comentários Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

setembro 2009
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: