Kinatay

19/09/2009 at 5:15 pm 2 comentários

kinatay1

Indie 2009

Brillante Mendoza, 2009

 Kinatay começa nas ruas de Manila, capital das Filipinas. A câmera do diretor Brillante Mendoza observa as pessoas, os animais, as confusões do dia a dia (meu maior senão com o filme é que a câmera treme demais nesta parte).

 Parece que você está vendo um documentário. Aí conhecemos Peping, pouco mais que um garoto ingênuo, justamente no dia de seu casamento com a namorada, com quem já tem um bebê. Ele estuda para ser policial, mas a falta de dinheiro o leva a roubar gorjetas e participar de atividades paralelas suspeitas.

 Por isso uma noite ele é quase obrigado por colegas a participar do sequestro, homicídio e esquartejamento de uma prostituta que devia dinheiro ao grupo. O assassinato em si é curto. Mas todo o ritual que o antecede é longo. Na verdade, a maior parte do filme consiste do transporte da vítima amordaçada dentro de uma van noite adentro.

 Quase não há diálogos (o pouco que é dito não tem importância). Os rostos dos atores permanecem a maior parte do tempo na escuridão. Matar um ser humano sem ser pego dá trabalho e só isso deveria calar acusações de que a violência do filme é sensacionalista. A violência é dura, mas filmada de uma distância próxima o bastante para ser vista, mas não para encharcar você de sangue.

 Durante estes acontecimentos, Peping lembra várias vezes da esposa, olha a aliança, etc. Enquanto isso, o mundo não pára só porque um crime abominável está em andamento. As pessoas dirigem seus carros, vendem seus ovos, têm seus pneus furados, suas esposas preparam suas refeições.

 Há um sentido unindo estas duas idéias. Kinatay é um filme católico, cujo dilema é como preservar a pureza num mundo onde o Mal está tão disseminado quanto oculto? Um filme nem sempre feliz em suas opções, mas sempre inquietante.

Anúncios

Entry filed under: Cinema. Tags: , , , , , , , , , , , , , .

Cineclube Equipe – investigação do cinema no Brasil CARTA ABERTA AOS RESPONSÁVEIS PELA PROJEÇÃO DIGITAL NO BRASIL

2 Comentários Add your own

  • 1. Ana  |  20/10/2009 às 1:45 pm

    HUOHAUHEUHEUAHOUEOEUHA. Nossa, como você muda de blog. :’D

    Cara, eu amo OZ! *—–*~

    Achei seu blog quando fui pesquisar o elenco no google, aí li tudo o que você escreveu sobre e concordei com tudo, praticamente. *-*
    Eu achei que eu fosse a única que gosta de OZ. Todo mundo pra quem eu falo, reclama da violência, das cenas de estupro, enfim…
    Eu nunca consigo fazer as pessoas vêem além disso. E pior que nem adianta dizer que as cenas de violência fazem parte da filosofia de OZ, ninguém quer saber… ¬¬’
    Eu comprei todas as temporadas! Comecei a assistir a 6ª ontem. E foi bom ter comprado por dois motivos:
    1- É OZ! *O*
    2- O sbt é um horror. Corta demais os episódios, é uma merda. Tinha coisa que eu não entendia por que acontecia, depois que comprei e vi integral, é que eu fui entender.

    OZ é o tipo de programa que se você perder um diálogo, você perde tudo, porque as ações lá são como em reação em cadeia.
    Cara, OZ é foda! Adooooro! *O*~

    Responder
    • 2. brunoamato  |  21/10/2009 às 9:44 am

      Mudar sempre é bom, Ana, especialmente quando você está insatisfeito com o que tem. Mas a idéia é mesmo tentar fazer deste aqui o meu endereço oficial ou algo assim. Oz é das minhas favoritas, mas gosto muito de uma chamada Mad Men, já viu?

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

setembro 2009
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: